[ editar artigo]

Quais são suas riquezas?

Sou arquiteta, arquiteta de iluminação e, recentemente, tenho me aventurado também como designer têxtil. Além de técnicas e conceitos novos para mim, o curso ajudou muito a cristalizar a ideia de que o processo pra qualquer uma dessas áreas, e, na verdade, de qualquer solução de problemas, é o mesmo.
Há algum tempo tenho me absorvido muito com o pensamento de que a tecnologia que temos hoje, principalmente com a internet e IA, se tornou tão essencial, que muitos de nós deixamos de lado nossos conhecimentos e habilidades humanos, e nos tornamos totalmente dependentes dela. Não nos esforçamos em resolver as coisas, pois temos sempre uma resposta na internet, na palma da mão. E embora isso seja uma ferramenta sem dúvida muito útil, valiosa e importante, é importante que tenhamos o pensamento de que, um dia, a tecnologia pode falhar. Um dia pode ser que você não saiba mais como usá-la, e iremos continuar precisando encontrar as soluções. Usando as tecnologias como ferramentas, e não nos apoiarmos nela de forma que percamos habilidades essenciais. Você sabe o telefone do seus pais? Conhece bem os bairros por onde costuma circular sem a ajuda dos GPS? Você cozinha alguma coisa sem internet e sem energia elétrica? Sabe realizar alguma manutenção básica na sua casa? Acrescentaria, às quatro riquezas citadas no Módulo 6, o conhecimento e a memória, que podem ou não ser usados ao nosso favor, assim como o tempo, como o dinheiro, como a saúde, e como os contatos.
Agradeço muito à imensa generosidade do Centro Europeu por oferecer esse curso de Inovação gratuitamente! Me surpreendi muito positivamente. Embora saiba que o tempo é limitado, e que o tema é complexo e extenso, o curso foi excelente, e os professores, tão jovens e tão profissionais, são uma fonte de inspiração.

Mundo Centro Europeu
Ler conteúdo completo
Indicados para você