[ editar artigo]

5 dicas de sobrevivência para quem quer viver da criatividade

5 dicas de sobrevivência para quem quer viver da criatividade

A beleza do mercado de trabalho atual é a possibilidade dos profissionais dedicarem-se àquilo que verdadeiramente os move. Confira as dicas da professora do curso de Gestão de Mídias Sociais! ;)

 

Gosto de pensar que a criatividade move o mundo. É o que nos leva a buscar mais, questionar mais, pensar mais - e evoluir muito mais. Uma pena que a criatividade não surge através de um botãozinho, né? Também não é ensinada nas escolas, nem pelos nossos pais. Então, qual é o segredo? Se quisermos ser bons em algo, precisamos estudar, observar e treinar. Com a criatividade não é diferente. Veja algumas dicas para manifestar seu lado criativo. :)


 

1. Leia e escreva mais

 

Imagem: Pinterest

 

Acredito que a leitura é o principal combustível para a criatividade. Enquanto lemos, nosso cérebro já vai imaginando situações, cenários, as falas... isso já é pura criatividade! Leia pelo menos um livro por mês. Uma dica bacana é ler 1 capítulo por dia, logo vira hábito. Também escreva. Inicie aos poucos, pode ser até um diário. A escrita pode ser um ótimo exercício para sair da zona de conforto e criar. Estudos comprovam que 80% das coisas que escrevemos nós realizamos. Quando você escreve suas ideias seu cérebro começa a assimilar o fato de buscar qualquer tipo de soluções criativas.






 

2. Assista filmes e escute músicas

 

Imagem: Pinterest

 

A partir de hoje comece a perceber os detalhes que compõe um filme. A iluminação, a fotografia, o enquadramento, a trilha sonora... tudo é válido. Treine seu olhar e seu cérebro para observar coisas novas. Mesma coisa com a música. Coloque um bom álbum para tocar (quem sabe um Bob Dylan? Assim... só uma diquinha) e perceba a harmonia nos instrumentos, as técnicas vocais do cantor, letras e rimas. Às vezes, quando analisamos com calma algo que sempre vemos e ouvimos, começamos a perceber coisas que nunca havíamos notado antes.

 

3. Seja pró-ativo e aja em busca de uma solução

 

Imagem: Pinterest

A pró-atividade é gatilho para a criatividade. Quando tomamos uma atitude para solucionar um problema, geralmente percebemos que não havia motivos para ficarmos tão nervosos. Afinal, a maioria das vezes sua preocupação não torna-se um problema, pois há resolução. Quando buscar uma solução criativa, faça. Mesmo que seja pequeno, o fato de agir fará com que sua mente comece a se abrir para novas possibilidades. Pensar e agir sempre devem andar juntos. Do que adianta ser criativo e não por em prática?

 

4. Durma bem e aproveite os momentos de ócio

 

Imagem: Pinterest

 

Por mais que tenha um montão de trabalho para fazer, evite criar o hábito de passar noites em claro. Em 2012, um estudo da Universidade de Georgetown descobriu que as regiões do cérebro relacionadas à criatividade aumenta seu ritmo de atividade durante o sono. Nossa mente precisa descansar para ser mais produtiva. Assim também funciona para aqueles dias de muita pressão. Costumo dizer que deadlines são sempre assassinas da criatividade. Dar um tempo é fundamental. Quando bater aquele branco, procure uma distração. Saia para espairecer um pouco. Leia um livro, medite, observe a natureza e as pessoas - bem provável que um insight criativo aconteça no meio de alguma observação. Também indico por uma musiquinha baixa e simplesmente encarar o nada. É incrível o quanto de ideias podem surgir nessas situações - aproveite.


 

5. Seja curioso

 

Imagem: Pinterest

 

Acredito que as quatro dicas se resumem em uma principal: seja curioso. Curiosidade é porta para a criatividade. Ao ser curioso você aumenta seu conhecimento e incentiva o seu cérebro a buscar uma solução imediata para os desafios. Quando viajamos e conhecemos outras culturas, um montão de ideias criativas vêm com a gente na mala. Mas se uma viagem não for possível no momento, busque informações através de livros, sites, blogs, documentários; tenha uma boa conversa com alguém bacana, seja no bar ou no portão de casa; observe os detalhes das construções e as características das pessoas em sua volta; estude outro idioma. Analise as situações. Não tenha medo de colocar seu senso crítico para funcionar. Buscando conhecimento, consequentemente a sua criatividade passa a se desenvolver e se manifestar de forma natural.


Mundo Centro Europeu
Andie Linhares
Andie Linhares Seguir

Andie Linhares é estrategista de marketing digital e especialista em branding.

Ler matéria completa
Indicados para você