[ editar artigo]

España: dicas para viajar e conhecer os costumes | Parte 2

España: dicas para viajar e conhecer os costumes | Parte 2

Continuando com alguns dos costumes da Espanha, não poderíamos deixar de falar sobre algumas coisas importantes.

Culinária

Sua fantástica culinária é muito rica, variada, simples e com produtos de primeira qualidade. Os espanhóis adoram uma boa mesa, cada região se identifica por algum prato. Porém não é qualquer um – é aquela comida que nos conta uma história, que nos transporta no tempo, e por isso temos a sensação de que estamos em casa.

A Espanha é conhecida por sua paella, que tem origens humildes. Existem várias versões do prato, mas em sua viagem você não pode deixar de apreciar outros pratos típicos da culinária espanhola. Muitos deles feitos com receitas medievais como: fabada asturiana, pulpo a la gallega, sopa castellana, callos,  gambas al ajillo, gazpacho,  tortilla, jamón ibérico e uma grande variedade de peixes preparados de forma deliciosa. Todos acompanhados por vinhos, muito bons, e alguns considerados entre os  melhores do mundo, ou então por uma boa cava − o espumante espanhol.

Dança 

Outro destaque é a danza espanhola. Em algumas pinturas rupestres encontradas na Espanha já se observam desenhos de danças rituais que deram origem à dança espanhola.

Na Idade Média, ela se misturou com as danças regionais e mais tarde com ballet espanhol, que apesar de muitos fatores políticos, religiosos e sociais, perduram até hoje.

As danças mais conhecidas são a flamenca, mas existem muitas outras, como a vasca, madrilenha, sevilhana, prima, entre outras. Muitas destas danças são acompanhadas por castanholas, sapateado, e movimentos das mãos, corpo e rosto que expressam muita paixão. Você não pode perder um espetáculo destes.

Lugares

Seria impossível numerar a infinidade de lugares para visitar. Há passeios para todos os gostos: cada região tem seus encantos que permitem descobrir lugares incríveis e costumes diferentes.

Às vezes os espanhóis podem parecer um pouco descorteses, mas temos que viajar sempre com a mente aberta, respeitando as diferenças. Precisamos estar dispostos a deixar passar algumas coisas que muitas vezes são parte do jeito de ser e dos costumes de cada país ou região que visitemos.

 

Vamos pensar na nossa próxima viagem?

 

Maria Gabriela é professora de Español do Centro Europeu há 15 anos.

Ler matéria completa
Indicados para você