[ editar artigo]

Descobrindo novos olhares

Descobrindo novos olhares

Olá, sou de Tangará da Serra - MT, e moro há 2 anos em Curitiba.

Cheguei aqui confusa quanto a minha vida profissional, apesar de já ter uma formação. Não queria trabalhar na área, queria mesmo era ter um trabalho do qual eu me sentisse realizada, daqueles que a gente acorda com vontade de ir trabalhar, sabe?

Nesse sentido, decidi tomar as rédeas da minha vida e montei uma loja online de roupas femininas.

Fiquei com ela durante 1 ano praticamente, tive momentos bons e ruins como em todo início de carreira, ainda mais empresarial.

Mas sempre senti que faltava mais alguma coisa, o fato não era só o dinheiro, e sim o meu "eu", que não estava totalmente satisfeito.

Decidi desistir de tudo e encontrar um novo rumo para a minha vida. 

Naquele momento, despertei o interesse em uma câmera que eu havia comprado para melhorar a qualidade das fotos para as minhas clientes na loja.

Apesar de não conhecer muito sobre aquele equipamento e o famoso trio (aparentemente assustador, mas que na verdade não é): obturador, diafragma e ISO, pensei em me arriscar no mundo da Fotografia. 

De início, pensei em fotografar bebês, porque sou muito apaixonada por crianças.

Então, juntando o amor com a paciência que sempre tive, cheguei à conclusão que seria um tiro certo.

Apesar de não conhecer muito sobre o que era a Fotografia, e saber que não era só clicar, tudo foi dando muito certo.

Comecei a divulgar o meu trabalho e conquistei clientes incríveis. Diante disso, senti a total necessidade de fazer um curso na área, porque só os vídeos no Youtube não estavam esclarecendo todas as minhas dúvidas. 

Foi quando comecei o curso de Fotografia no Centro Europeu.

De início, cheguei com a certeza de que a área da fotografia que eu iria seguir seria a fotografia com bebês, sendo mais com Newborn, Aniversário Infantil, Partos e Batizados... 

Mal pensava na ideia do Lifestyle, a única certeza que eu tinha era que eu seria Fotógrafa de bebês. 

Até que as aulas foram passando e pude conhecer muitas áreas da Fotografia, como Fotografia de Família, Lifestyle, Trabalhos Autorais, Gastronomia, Moda, Produto, Natureza e Casamento.

Mas o que mais me marcou foi um Workshop que teve no decorrer do curso, sobre Fotografia de Família, que unia Fotografia de Partos, Casais, Lifestyle e Casamento...

Ver os profissionais que trabalham com esse segmento falando sobre tudo aquilo, me fez descobrir novos olhares, chamando a minha atenção e fazendo com que a vontade de fotografar famílias crescesse muito dentro de mim.

Afinal, o que mais quero com o meu trabalho é retratar o amor de simplesmente tudo e todos.

Não posso deixar de citar a Fotografia Autoral, que foi passada pela professora Charly, área essa que SEM DÚVIDA, eu com certeza vou explorar e muito.

Me apaixonei loucamente por essa área, mas é claro que não dá pra ficar só nisso agora né? Afinal de contas como me disse uma professora na banca final, os boletos chegam. (risos)

Me sinto uma pessoa de sorte por ter caído praticamente de paraquedas nessa profissão.

Lembro bem que quando comprei a câmera, mal sabia mexer nela, e não sabia para que serviam todos aqueles botões. E hoje poder pegar ela na mão e criar o que eu quiser, é muito prazeroso. 

E sabe o que é mais irônico? Que hoje o que eu menos penso em fotografar, é Newborn, Partos e Batizados.

Não é algo que eu nunca mais fotografaria, é claro, mas é algo que penso menos em fazer.

Tenho pra mim que o mais importante é a gente se encontrar e ser muito, MUITO, feliz. É em busca disso que sigo minha vida, todos os dias, pois quanto mais, melhor! 

 

Mundo Centro Europeu
Ler matéria completa
Indicados para você