[ editar artigo]

Conclusão do curso Inovação

Conclusão do curso Inovação

Sou aluno de administração da Universidade Católica do Paraná, estava buscando um curso que me ensinasse mecanismos e instrumentos de inovação, como por exemplo os assuntos que esse curso me ensino, o espectro dos aliados, que fazer uma transformação é de passo em passo, (como o caso de "convencer" uma pessoa a gostar de comer sushi), sobre o oceano azul e vermelho e as suas características, que para desconstruir e preciso saber construir ( como o caso do Cirque du Soleil),  a importância de possuir o máximo de ODSs (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), que toda inovação vem do seu interior (conhecimentos e experiências interpretando o ambiente externo, por isso não podemos criar muros e sim estar aberto ao mundo externo), a importância de buscar especialistas nas áreas que o seu projeto envolve (conhecimento especial na área possibilita que ele tenha melhores resultados), que o importante do projeto é o seu conceito (mesmo com aprimoramentos, o conceito é imortal), a metodologia Design Thinking (boa parte da formação do projeto é a pesquisa sobre o assunto), a importância da Prototipagem para  avalidação do projeto e as maneiras de fazer essa etapa e muitos outros instrumentos. Mas Mauricio Noronha e Rodrigo Brenner, me ensinaram muito mais, me ensinaram que conceitos são eternos, que precisamos ter nossos objetivos bem claros, que as Chancelas são as minhas conquistas na visão dos outros (essas conquistas aderidas fortemente no meu nome podem e vão me potencializar aderir mais conquistas até chegar ao meu objetivo),  temos que ter o equilíbrio entre todas as nossas riquezas, a importância de estar bem conectado com a sociedade e com as pessoas referentes no assunto e o mais importante, me ensinaram que como os projetos, nós nunca paramos de se aprimorar. Temos que sair da nossa área de conforto e se aprimorar para não cair no conforto e assim não alcançar os nosso objetivos. Escolhi essa foto como capa do meu post, por que esse curso te entrega instrumentos e diretrizes de como inovar, mas para inovar precisamos tomar a ação de inovar, por isso escolhi essa foto em que o Centro Europeu e Furf Design nos entregam o botão para inovar, mas nós precisamos dar o primeiro passo. Vou deixar um complemento ao curso, acredito que quando chegamos ao nosso objetivo percebemos que esse é só mais um passo da maratona (case explicado no curso) e por tanto vamos sempre em busca de novos objetvios ( com as nossas  Chancelas, nos potencionalizando).

Mundo Centro Europeu
Ler matéria completa
Indicados para você